sábado, 30 de abril de 2011

2º dia do 2º Congresso do CNRT

Foi aprovado, ontem, o Regimento do Congresso. Hoje, foi eleita a mesa do Congresso Nacional. Neste momento está a decorrer a apreciação do Relatório de Actividades do CNRT apresentado pelo Secretário-geral. Ainda neste segundo dia do congresso realizar-se-á a discussão e aprovação de propostas de revisão dos Estatutos do Partido e do Programa do Partido para 2012 a 2017 e proceder-se-á também a actualização do Manual Político. Amanhã, serão as eleições para os Órgãos nacionais do Partido para os próximos cinco anos.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

O Tribunal Constitucional declarou inconstitucional a revogação pelo Parlamento da ADD!

... mas não desanimemos. A "inconstitucionalidade" deveu-se apenas a um aspecto formal, mas a a reprovação política por todos os deputados da Assembleia da República, excepto os do PS e Pacheco Pereira, deste modelo canhestro da ADD mantém-se. Tenhamos esperança no próximo parlamento saído das eleições de 5 de Junho.

2º Congresso do CNRT: coligação ou não?

Em caso da vitória eleitoral do CNRT, nas legislativas de 2012, o partido poderá optar por governar sozinho, porque a actual aliança com outros partidos, a AMP, está a ser uma experiência negativa em vários aspectos de governação porque apesar de o CNRT liderar o governo, mas parece não controlá-lo. Nesta aliança o CNRT não conseguiu implementar o seu programa de desenvolvimento do país devido a várias "visões concorrentes" dos vários partidos da coligação, pois os ministérios relevantes vocacionados para a concretização de um desenvolvimento visível e palpável para o benefício directo das populações estarem na mão de outros.

1º dia do 2º Congresso do CNRT


  • 1º momento: Aprovação do Regimento do Congresso;

  • 2º momento: Eleição da mesa do Congresso (de acordo com o "regimento" aprovado);

  • 3º momento: Verificação da legalidade de mandatos pela Comissão de Verificação e Validação de Mandatos (de acordo com o "regimento" aprovado)

terça-feira, 26 de abril de 2011

Faleceu o veterano da Resistência Júlio Besitaurubi

O guerrilheiro que evitou a captura (ou mesmo a morte) de Xanana Gusmão, a 15 de Setembro de 1981, em Aitana, na Operação Kikis lançada pelo inimigo, Júlio Besitaurubi, natural de Baguia, faleceu na madrugada de Domingo da Ressurreição, por volta das três horas de madrugada, no hospital principal de Díli. Foi sepultado, hoje, no Panteão dos Heróis da Pátria, em Metinaro. Júlio Besitaurubi era elemento da unidade de protecção ao líder da Resistência, Xanana Gusmão, e a 15 de Setembro de 1981, em Aitana, perante a desproporção de forças, ofereceu a sua vida e a dos seus companheiros para permitir que o Comandante Xanana conseguisse escapar do cerco inimigo. Após quebrar o último anel do cerco inimigo e pôr a salvo Xanana, Júlio Besitaurubi regressou ao centro do cerco para resgatar os seus companheiros que lhes deram a cobertura de fogo para saída de Xanana. Gravemente atingido numa perna, impedido de prosseguir a sua marcha, foi capturado pelo inimigo nesse mesmo dia. Do seu grupo apenas se salvaram três soldados.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

2º Congresso do CNRT

O CNRT vai realizar o seu congresso, de 29 de Abril a 1 de Maio, em Díli. De entre outras questões políticas, o congresso irá discutir as linhas gerais do programa político para as eleições legislativas de Junho 2012 e irá também definir o perfil do seu candidato às presidenciais de Março 2012.

É minha convicção que um dos factores determinantes para o CNRT vencer nas eleições legislativas de 2012 é vencer, em primeiro lugar, às presidenciais de Março 2012. Por isso, o CNRT deve concorrer com o seu próprio candidato às eleições presidenciais. Nunca, mas NUNCA, ir à reboque do candidato de um outro qualquer partido, isto é, nunca, mas NUNCA apoiar o candidato de um partido seu concorrente nas legislativas de Junho 2012. Seria uma estratégia errada o CNRT não se apresentar às presidenciais com candidato próprio. É oferecer a vitória aos seus adversários por "não comparência ao jogo".